COMO É JANTAR #DEOLHOSFECHADOS ?

A apresentadora e chef do Restaurante Carlota, Carla Pernambuco, recebeu uma missão diferente: preparar um jantar para apenas 14 pessoas, utilizando um mesmo ingrediente em todos os pratos, inclusive na sobremesa.

Até aí, nada que ela já não esteja acostumada, mas com um fator inusitado. Com todos os convidados de olhos vendados, sem enxergar nada, para que ninguém conseguisse identificar o tal ingrediente comum à todos os pratos.

Confesso que nos primeiros minutos fiquei impaciente, desesperado para retirar a venda que cobria meus olhos, mas aceitei o desafio. Jantei, conversei com os vizinhos desconhecidos de mesa, e o mais bacana é que após alguns minutos, você simplesmente esquece a escuridão e passa a dar valor aos cheiros, à música, aos sabores e ao olfato, coisa que anda meio fora de moda, já que em nossas refeições, valorizamos mais o smartphone, do que a própria comida. Estamos vivendo no automático.

Valia comer com as mãos, cheirar e apalpar a comida

Valia comer com as mãos, cheirar e apalpar a comida

 

Como se isso tudo já não fosse muito bacana, a equipe da agência MSLGROUP Espalhe produziu um vídeo onde o espectador tem a sensação de participar do jantar, percorrendo o cenário e degustando os pratos, por meio de uma técnica que utiliza o áudio 3D. Os sons foram captados vindos de diferentes direções (frente, lado e atrás) com um microfone (Crown SASS-B) que simula a cabeça humana.

Coloque um fone de ouvido e sinta-se no jantar:

Ah! E qual era o ingrediente? POMAROLA

Carla Pernambuco foi tão ninja, que colocou molhos diferentes em todos os pratos (até na sobremesa) sem que nenhum de nós desconfiasse qual era a surpresa!